‘Exposição’, espetáculo da cena teatral curitibana, estreia em SP

614835_10150967349087475_1660102282_o

Com uma proposta ousada de relação com o público, o espetáculo teatral ‘Exposição’ é inspirado na troca de cartas entre Lygia Clark e Helio Oiticica, dois dos mais importantes artistas brasileiros, ícones das artes visuais na década de 60 e 70, e conhecidos por colocar o público num papel de protagonista da obra. A montagem, que faz apenas três apresentações gratuitas em São Paulo, dias 31 de maio, 1 e 2 de junho, sexta-feira e sábado às 20h, e domingo, às 19h, na Casa Livre, tem colaboração da diretora Cibele Forjaz no processo de criação.

A trama da cidade de Curitiba (Paraná) estreou no Teatro Novelas Curitibanas, um casarão centenário, ocupado por propostas selecionadas pela Fundação Cultural de Curitiba, e agora faz uma circulação nacional com o apoio do Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz. Além de São Paulo, a montagem volta em cartaz na capital paranaense e faz apresentações nas cidades do Rio de Janeiro e Salvador.

Questionamentos na relação palco e plateia

Em ‘Exposição’ são oferecidas opções ao público, caminhos dentro do espetáculo e a relação palco e plateia é constantemente questionada. Os atores conduzem os espectadores por diferentes ambientes dentro do teatro e cada um assiste ao que preferir, do ângulo que desejar.

No auge dos anos 1960, década marcada por revoluções no mundo todo, Lygia estava na Europa e Helio no Brasil, e se falavam por cartas. As cartas, no entanto, vão além do contexto histórico-social de cada um. Eles fofocam, falam de crises, trivialidades, frustrações, amores, se irritam, brigam, e assim construíram um registro que ficou pra posteridade.

E é esse material que os artistas devoraram num processo de criação colaborativo que contou com os atores Eduardo Simões, Mariana Ribeiro e Talita Dallmann, em uma direção conjunta e inusitada de três diretores: Cândida Monte, Dimis Jean Sores e Gustavo Bitencourt.

Serviço:

Casa Livre. Rua Pirineus nº 107 – Barra Funda (próximo a estação de metrô Marechal Deodoro). Informações – (11) 3257-6652. Acesso para deficientes físicos. Bilheteria – Abre uma hora antes do espetáculo. Capacidade: 50 lugares.

Dias 31 de maio, 1º e 2 de junho, sexta-feira e sábado, às 20h, e domingo, às 19h.

Duração: 100 minutos. Espetáculo recomendável para maiores de 18 anos.

Ingressos: GRÁTIS (devem ser retirados com uma hora de antecedência).

Anúncios

Sobre Guilherme Derrico

Jornalista, músico e viciado em esportes. Sejam todos bem-vindos ao mundo de Derrico. Um abraço!
Esse post foi publicado em Entretenimento. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s