Hábitos saudáveis podem evitar a dor crônica

Dor-Cronica-Visto-Livre

Para algumas pessoas não passa de mais uma ‘dorzinha’ nas costas, mas se você convive com essa dor por mais de três meses e notou um formigamento e sensação de desconforto constante, o seu problema pode ter evoluído para uma dor crônica. Ao contrário de que muitos pensam, as dores podem ser tratadas e evitadas.

De acordo com o neurocirurgião Mauricio Mandel (CRM 116095), formado pela USP e Membro da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN), a dor passa a ser considerada crônica pelos médicos quando persiste por mais de três meses. “Geralmente a dor crônica ocorre a partir de uma espécie de ‘cicatriz’ na percepção da dor pelo cérebro ou pode ser consequência de certas doenças, como câncer, Aids e diabetes”, explica.

Independente se a dor é aguda ou crônica, quando a pessoa sente dor o sistema nervoso central precisa registrar estímulos do organismo e enviar os sinais ao cérebro. “Se o estímulo for constante, o sistema nervoso acaba sendo danificado e passa a ser mais sensível, interpretando como dor os estímulos que normalmente seriam detectados de outra forma”, afirma Mandel.

Sistema de defesa: quando o seu corpo sente dor

Todo ser humano possui um sistema de controle de dor e o tronco cerebral é um dos locais que controla essa dor. Mandel explica que quando a pessoa sente dor várias áreas no cérebro são ativadas e substâncias são produzidas para inibir a dor. “Essas substâncias chamadas de opióides endógenos são produzidas pelo próprio organismo e atuam em vários pontos dos neurônios, contribuindo para que a dor seja amenizada”, esclarece.

Dependendo da intensidade da dor ela exerce influência negativa na autoestima e pode afetar a capacidade de uma pessoa realizar tarefas associadas à vida diária. “Diversas alterações psicológicas e de outras origens frequentemente se desenvolvem, incluindo aumento da irritabilidade, depressão mental e preocupação com o corpo”, destaca o neurocirurgião.

Afinal, a sua dor é aguda ou crônica?

Cuidado para não confundir as dores. Lembre-se de que a dor crônica pode persistir por até três meses após um tratamento e a aguda tem duração de semanas. “A dor aguda pode ocorrer após cirurgias, traumatismo, queimaduras, inflamação ou infecção. Dores de coluna, fibromialgia, neuropatias, lesões por esforços repetitivos (LER) e câncer também podem gerar esse tipo de dor”, diz.

Tratamento Multidisciplinar

O tratamento da dor crônica é complexo e seu sucesso depende do conhecimento de diversas áreas, as quais incluem a neurocirurgia, psicologia, a fisiatria e técnicas de medicina física, dentre muitas outras. “O médico tem o papel de avaliar qual é a característica da dor, intensidade, localização, fatores de melhora e piora, além dos tratamentos anteriores”, revela Mandel.

Já se foi a época de resolver as doenças e as dores somente com medicamentos. A dor crônica deve ser tratada com um tratamento multidisciplinar que exige o uso de analgésicos e medicamentos com atividades físicas, fisioterapia, psicologia e acupuntura. “Além desses tratamentos, o paciente tem a opção da medicina intervencionista, que atua bloqueando os nervos que levam a dor ao cérebro, aliviando a sensação de incômodo”, acrescenta.

Prevenção é a solução

Para evitar que a dor crônica se torne constante, o médico deve conhecer os mecanismos do problema e agir rapidamente, antes que a via nervosa sofra a temida sensibilização. “A dica para evitar as dores crônicas é levar uma vida saudável, praticando exercícios físicos regularmente e apostar numa alimentação balanceada. É muito importante não ignorar as dores mais leves, se elas persistirem por algum tempo, procure um médico”, aconselha o neurocirurgião.

Anúncios

Sobre Guilherme Derrico

Jornalista, músico e viciado em esportes. Sejam todos bem-vindos ao mundo de Derrico. Um abraço!
Esse post foi publicado em Reportagens, Saúde. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Hábitos saudáveis podem evitar a dor crônica

  1. Andre Miranda disse:

    Sensacional esse artigo. Parabens deve ter dado um trabalhao reunir todo esse conhecimento em um lugar só

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s