Sinais de alerta: quando a dor nas costas deve ser levada a sério

images (5)

Quem nunca acordou com uma dor nas costas ou sentiu ao menos uma fisgada na coluna, depois de um dia intenso de trabalho? Por conta do estilo de vida, 80% da população mundial têm, teve ou terá pelo menos um episódio de dor nas costas, aponta uma pesquisa feita pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Mesmo sentindo dor, são poucas as pessoas que levam uma indisposição na coluna a sério. De acordo com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), 68% das pessoas que apresentam algum tipo de lombalgia não procuram tratamento e investem em terapias que oferecem alívio rápido, porém, não definitivo.

Segundo o neurocirurgião Mauricio Mandel (CRM 116095), formado pela USP e membro da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN), a dor lombar, além de ser bastante desconfortável, pode acabar se tornando crônica ou evoluir para um quadro mais grave. “As pessoas precisam perder o hábito de achar que a dor lombar persistente não precisa de tratamento. Isto pode levar a problemas futuros”, explica Mandel.

A lombalgia é uma das queixas mais frequentes em consultórios médicos, perdendo somente para a hipertensão. Cada vez mais adolescentes, crianças e adultos reclamam de dores nas costas e, com certeza, você já deve saber o motivo. “Os maus hábitos alimentares, sedentarismo, má postura, tabagismo, obesidade, história de familiares com dor lombar, passar muito tempo sentado e não praticar exercícios físicos contribuem para o surgimento da dor”, afirma o neurocirurgião.

Qualquer dor na região lombar precisa ser investigado. Os discos intervertebrais, que protegem e amortecem o atrito entre as vértebras na coluna, podem começar a apresentar complicações. Se o diagnóstico tardar demais, pode comprometer a vida do paciente ou a função da coluna vertebral.

Atenção aos sintomas

Com a ajuda do neurocirurgião é possível esclarecer alguns sintomas que podem dizer se você está sofrendo de uma lombalgia mais grave:

A sua dor nas costas está se irradiando para a perna? É preciso ficar atento se a dor das costas não está evoluindo para outras partes do corpo. “Quando a dor na região lombar migra para as pernas indica que há uma compressão da raiz nervosa que sai da coluna e vai para a perna”, diz o especialista.

Você teve forte dor nas costas após uma queda? Uma simples queda pode lesionar a sua coluna em diferentes graus, principalmente os que envolvem acidentes de carro ou motos, por apresentar maiores riscos. “Muitas vezes a dor provocada por uma queda desaparece após tomar um medicamento ou fazer atividade física. Entretanto, se a dor persistir, não hesite em procurar um médico para iniciar um tratamento adequado”.

A sua dor nas costas piora quando você se deita ou lhe faz acordar durante a noite? Se você está há menos de um mês com a mesma dor é preciso investigar, pois algumas doenças ou infecções podem surgir e piorar o quadro da lombalgia. Procure um médico se a dor nas costas vier acompanhada de febre.

Você sente dormência ou fraqueza nas pernas ao caminhar? A dormência na maioria das vezes é mal interpretada, o que pode prejudicar o tratamento. “Isso ocorre porque o nervo da raiz é comprimido ou bloqueado”, comenta Mandel+ Outras doenças como hérnia de disco ou estenose espinhal também podem estar associadas à dormência na perna.

Não ignore a dor lombar: A dor crônica deve ser prevenida, uma vez que seu tratamento é complexo e envolve equipe multidisciplinar. “A prevenção é a melhor maneira de evitar este sofrimento e está baseada em hábitos saudáveis, exercícios regulares e controle de postura”, aconselha o neurocirurgião.

Anúncios

Sobre Guilherme Derrico

Jornalista, músico e viciado em esportes. Sejam todos bem-vindos ao mundo de Derrico. Um abraço!
Esse post foi publicado em Reportagens, Saúde. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s