Coxas turbinadas: entenda a técnica que remove o excesso de pele e flacidez

images

Quem nunca sonhou em ter pernas torneadas como das cantoras Claudia Leite e Ivete Sangalo ou das atrizes Deborah Secco e Ellen Roche? Uma nova técnica vem fazendo a cabeça das mulheres e homens que também estão em busca de pernas e coxas com contornos definidos e sem gordura. O lifting de coxas ou dermolipectomia é um procedimento cirúrgico que promete enxugar as gordurinhas e a flacidez acentuada nessa região. Segundo o cirurgião plástico Fábio Malzone (CRM-63974), o processo consiste numa cirurgia plástica que dura em média três horas. “Quem procura essa cirurgia está em busca de bem-estar. O lifting de coxas tem como objetivo remover o excesso de pele e de tecido gorduroso”, afirma Malzone.

Esse procedimento é indicado, geralmente, para pessoas acima de 40 anos que tenham flacidez acentuada nessa região ou para pacientes que apresentaram um grande emagrecimento, ficando com a pele sem elasticidade. “Em pacientes com gordura localizada e sem flacidez de pele, a lipoaspiração pode ser mais indicada. No entanto, quando a flacidez de pele é significativa, pode ser necessário realizar o lifting de coxas para que os resultados sejam os melhores”, explica o cirurgião plástico.

Como é feita a cirurgia?

Para se submeter ao lifting de coxas é necessário fazer jejum de no mínimo oito horas e comunicar ao médico o uso de remédios para hipertensão ou qualquer medicamento que possa interferir na cirurgia. Na maioria dos casos é utilizada a anestesia peridural, mas pode-se optar também pela anestesia geral ou local com sedação. A média de tamanho do corte varia de acordo com cada caso, entre 12 cm e 16 cm. A duração da cirurgia é de 1 hora e 45 minutos a 2 horas.

Pós-operatório: Cicatrizes, recuperação e resultados

A cicatriz resultante de uma dermolipectomia de coxa localiza-se próximo a virilha, estendendo-se posteriormente até o sulco subglúteo. “A cicatriz dessa cirurgia é planejada para ficar escondida sob as roupas de banho. Após a cirurgia ela se apresenta visível, mas com o tempo muda de tonalidade, passando do vermelho para marrom e depois vai clareando aos poucos”, revela o médico.

A diferença do lifting de coxa para outras intervenções do gênero é que esse procedimento é menos doloroso no pós-operatório. “O período de recuperação da cirurgia varia de 45 dias a três meses. Nessa fase é contraindicada a prática de exercícios, esportes e esforços físicos nos primeiros três meses. Depois de três a seis meses, como em qualquer outra cirurgia, se nenhuma alteração ocorrer, a cicatrização estará concluída”, destaca. Quanto ao resultado final, ele pode ser apreciado somente com a acomodação total dos tecidos, que ocorre de dois a quatro meses depois.

Anúncios

Sobre Guilherme Derrico

Jornalista, músico e viciado em esportes. Sejam todos bem-vindos ao mundo de Derrico. Um abraço!
Esse post foi publicado em Reportagens. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s