Qual é o prazo de validade da sua cirurgia plástica?

images

Quem deseja aumentar os seios deve estar atento ao prazo de validade do silicone. Dependendo da prótese, se não for substituída no momento certo, ela pode se romper e trazer riscos à saúde da mulher, já que nenhuma prótese de mama dura para sempre. De acordo com o cirurgião plástico Fábio Malzone (CRM-63974), estima-se que as próteses de silicone mais antigas, implantadas nos anos 80 ou 90, durem cerca de 10         anos. “Essas próteses duravam menos porque eram mais lisas e o silicone mais líquido. Já as próteses atuais possuem uma textura na superfície mais grossa e o silicone é mais gelatinoso”, explica Malzone.

Mesmo que as cirurgias sejam feitas de maneira segura, complicações podem surgir depois. E a maioria das mulheres não se previne: só procura um médico quando surgem problemas. ”A mulher que possui silicone precisa de um controle semestral ou anual do implante e diante de qualquer desconforto deve procurar um médico”, afirma o cirurgião plástico.

Fique atenta a sua prótese de silicone

Dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) revelam que das cerca de 700 mil intervenções estéticas feitas no país em 2011, pelo menos 144 mil foram para colocação de silicone nas mamas – material que possui um prazo de validade de aproximadamente 10 anos. “As mais modernas devem durar mais, em torno de 15 ou 20 anos”, diz o especialista.

A mulher pode acompanhar a situação da prótese por meio de exames de rotina, como ultrassom e mamografia. Quando há dúvidas, o melhor exame é a ressonância magnética. “Após 10 anos, os implantes começam a apresentar pequenas rupturas que podem ser diagnosticadas por exames como a ressonância magnética. Essas alterações podem evoluir lentamente para rupturas maiores, causando dor e desconforto”, esclarece o médico.

Em alguns casos, a mulher pode ter a prótese há mais de 10 anos e não apresentar incômodos que indiquem a necessidade de troca. Se você notou flacidez, coceiras, latejamento das mamas, ocorrência de mastite (inflamação das glândulas mamárias) e cistos, procure o seu médico.

Exames preventivos

Alguns exames são aliados da saúde e também do silicone. Eles servem de alerta e acusam se a prótese estiver com perfurações. Mulheres até 30 anos devem fazer o exame ecografia para verificar a situação da cápsula do implante e detectar possíveis lesões ou perfurações no material. Acima dos 30 anos é recomendada a mamografia, que ajuda a identificar tumores nas mamas. Além disso, esse exame deve ser realizado de forma preventiva por todas as mulheres. E após cinco anos da colocação dos implantes deve ser feita a ressonância magnética para detectar o possível aparecimento de rupturas.

Fique atenta aos cuidados com a prótese no pós-operatório:

– Não dormir sobre a prótese por volta de duas semanas depois da cirurgia;

– Evitar elevar os braços acima dos ombros por cerca de três a quatro semanas.

A mama fica apoiada justamente no músculo que faz o movimento do braço, e é importante o repouso para garantir boa cicatrização;

– Não carregar peso por três semanas;

– Evitar exposição ao sol e ao calor por duas a três semanas ou até que o hematoma desapareça;

– Usar o sutiã específico com fecho na frente por um mês;

– O repouso solicitado é de um mês. Não é preciso ficar deitada, apenas evitar esforços.

Anúncios

Sobre Guilherme Derrico

Jornalista, músico e viciado em esportes. Sejam todos bem-vindos ao mundo de Derrico. Um abraço!
Esse post foi publicado em Reportagens, Saúde. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s