Saiba os riscos de usar protetor solar vencido

Woman Applying Sunscreen

Manter a pele, cabelos, unhas e o corpo sempre bonito é a busca de muitas mulheres e homens. É este o motivo que os impulsiona a comprar diferentes produtos de beleza e estar sempre em busca de novidades que chegam às lojas de cosméticos e farmácias. No entanto, a aquisição de tais itens compulsivamente leva a um acúmulo de produtos em casa que, fatalmente, podem chegar a data de vencimento sem nunca terem sido sequer abertos. O exemplo disso é o protetor solar.

Sabemos que o uso diário do protetor, mesmo em dias nublados, é indispensável para a pele, pois proporciona inúmeros benefícios como evitar o envelhecimento cutâneo, contribuir para a hidratação da derme, impedir o surgimento de manchas no corpo e no rosto, além de prevenir o câncer de pele decorrente da radiação solar. Porém, quando esse produto está fora do prazo de validade ele se torna prejudicial para a saúde e beleza da pele.

A finalidade do protetor é fazer uma barreira de proteção na pele contra a passagem dos raios infravermelhos e ultravioletas do sol, contudo, quando está vencido, o índice de proteção tende a diminuir. “O produto com o vencimento ultrapassado não protege a extensão da área que é exposta ao sol. Essa ineficiência além de acarretar, a longo prazo, melasmas na derme, provoca irritação e sensibilidade”, explica a dermatologista Dra. Helua Mussa Gazi (CRM/SP 104862).

Assim como os alimentos, é muito importante ficar atento ao prazo de validade dos produtos que são utilizados na pele para evitar o desencadeamento de problemas na região, como esclarece a especialista: “Os cosméticos possuem compostos em sua formulação que são passíveis de degradação como perfumes, conservantes e outras substâncias. Ao entrar em contato com a mucosa após o prazo de validade, essas substâncias favorecem o surgimento de bactérias e fungos, que podem provocar dermatite de contato, inchaço, bolhas, vermelhidão e lesão na córnea se utilizados próximo à região dos olhos”, afirma.

Atentar a aparência do produto, cheiro e consistência também é importante, mesmo quando este não está vencido. “Produtos como maquiagem, por exemplo, mesmo dentro da validade tendem a proliferar bactérias. Por este motivo, é fundamental manter a higienização dos acessórios de aplicação como pincéis, esponjas e espátulas para evitar uma irritação no tecido cutâneo”, alerta a médica.

A dermatologista orienta ainda que se houver a utilização do protetor cujo vencimento está fora do prazo, a primeira atitude a ser tomada é retirar totalmente o produto da pele com o auxílio de água corrente e procurar a ajuda de um médico dermatologista. “Vale lembrar que o filtro solar deve ser reaplicado com intervalos de duas em duas horas, pois ele vai sendo expelido por meio do suor ou contato com a água. A primeira aplicação deve ocorrer 30 minutos antes da exposição aos raios solares”, descreve Helua.

Anúncios

Sobre Guilherme Derrico

Jornalista, músico e viciado em esportes. Sejam todos bem-vindos ao mundo de Derrico. Um abraço!
Esse post foi publicado em Saúde. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s