Cansaço e sono constantes são decorrentes da má alimentação

cansado

Mal você acorda e já sente vontade de voltar para cama? Quando está no trabalho não vê a hora de acabar o expediente para logo chegar em casa e descansar? Se sua resposta for sim para ambas as perguntas, saiba que os sintomas de cansaço e sono nem sempre estão associados ao excesso de atividades que são necessárias desempenhar no dia a dia.

Hábitos alimentares inadequados contribuem, significativamente, para o acometimento desses sintomas que são capazes de atrapalhar o rendimento durante a realização de tarefas. “Alguns alimentos afetam a nossa digestão. Ou seja, existem nutrientes que demoram mais para ser digeridos, induzindo o corpo a um gasto calórico maior, com isso, é normal sentir cansaço após a ingestão de gorduras ou açúcares”, informa a nutricionista Dra. Ana Huggler.

Embora alguns acreditem que o açúcar contribui para uma elevação da energia, essa disposição proporcionada por ele é apenas momentânea, como explica a especialista. “Os doces elevam a glicemia muito rapidamente, podendo oferecer disposição. Mas, o efeito passa rapidamente e a sensação de energia é substituída pelo cansaço, já que após a liberação de insulina, os níveis de glicose no sangue ficam menores”.

Para adquirir mais disposição e reduzir o sono ou cansaço, é preciso deixar de consumir alimentos pobres em nutrientes. “Gorduras saturadas, frituras e carne vermelha gorda são de difícil digestão, porque necessitam que o organismo tenha um gasto energético muito grande para sua metabolização. Sendo assim, principalmente nos dias de calor, nos quais perdemos muito líquido, optar por frutas, verduras e alimentos mais leves é fundamental para o bom funcionamento do nosso corpo e para combater a fadiga”, indica a Dra. Ana.

Veja outras dicas da nutricionista para combater o cansaço e o sono diariamente:

– Faça um café da manhã balanceado. Ele servirá para repor nutrientes gastos pelo organismo durante o sono da noite e ajuda a dar disposição;

– Evite o cosumo de produtos industrializados, que são ricos em conservantes, sal e em grande maioria gorduras que dificultam o processo digestivo, causando sensação de peso e estufamento;

– Realize refeições com horários regrados e em pequenas porções, pois ao passar muitas horas sem comer isso prejudica a energia do corpo;

– Escolha alimentos com baixo teor de carboidratos como carnes magras ou produtos lácteos desnatados;

– Inclua frutas frescas e vegetais, pois possuem vitaminas que fornecem ao corpo a capacidade plena de combate aos efeitos do estresse;

– Adicione no cardápio alimentos ricos em vitamina C, que em combinação com o aspartato de arginina, ajuda a gerar energia e combate o cansaço físico e mental;

– Consumo complexo B, porque evita o cansaço e desânimo, pelo fato de acelerar o metabolismo.

A Dra. Ana Huggler ressalta que cada nutriente atua de formas diferenciadas no organismo de cada indivíduo. Por este motivo, o ideal é buscar um nutricionista para que ele indique a dieta adequada às necessidades do seu corpo.

Anúncios

Sobre Guilherme Derrico

Jornalista, músico e viciado em esportes. Sejam todos bem-vindos ao mundo de Derrico. Um abraço!
Esse post foi publicado em Saúde. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s