Cefaleia em salvas atinge mais os homens: saiba como tratar a dor

headache-1

Ao contrário da enxaqueca, a cefaleia em salvas atinge mais homens do que as mulheres, acometendo apenas um lado da cabeça. A dor de cabeça em salvas é descrita pela medicina como o pior tipo de dor de cabeça. Ela é tão intensa que durante as crises a pessoa chega a bater com a cabeça na parede para aliviar a dor. “É uma doença neurológica que é marcada de forma rítmica, fazendo com que alguns pacientes consigam prever o horário da próxima crise, provocando grande ansiedade antecipatória”, afirma o neurologista Leandro Teles (CRM 124.984).

Estudos recentes sugerem a relação entre a dor de cabeça em salvas e distúrbios do sono, como apneia e ronco. Além disso, alguns fatores podem desencadear o problema como o uso excessivo de fumo, álcool, luz forte, calor, esforço ou alimentos ricos em nitritos.  As crises podem ocorrer de uma a oito vezes por dia. A maioria dos pacientes descreve uma sensação de inquietude ou agitação. “É muito comum que os pacientes não sejam diagnosticados da forma correta, sendo encaminhados para outros tipos de terapias que não vão causar nenhum resultado”, ressalta o médico.

Como reconhecer o problema?

De acordo com o neurologista, alguns sinais podem ajudar no diagnóstico da doença:

– Dor somente de um lado da cabeça;

– Dor em volta do olho, mas podendo também ser na fronte, têmpora e até na face;

– Intensidade muito elevada;

– Duração de 15 minutos a três horas e aparecendo em dias seguidos ou alternados,

– Crises entre uma e oito vezes por dia;

– A dor pode durar de dois a quatro meses, desaparecendo sozinha e depois pode retornar.

Tratamento adequado

O tratamento deve ser preventivo para evitar que as crises apareçam. “Hábitos saudáveis associados a medicamentos como anti-inflamatórios ou triptanos podem amenizar as crises. É importante o paciente anotar o horário que a crise iniciar para manter um controle e até ajudar a descobrir os principais desencadeadores”, recomenda Teles. “Se você tiver tendência à cefaleia em salvas, pare de fumar, evite bebidas alcoólicas e todos os alimentos que são associados à dor de cabeça”, finaliza.

Anúncios

Sobre Guilherme Derrico

Jornalista, músico e viciado em esportes. Sejam todos bem-vindos ao mundo de Derrico. Um abraço!
Esse post foi publicado em Saúde. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s