Micropigmentação pode camuflar 90% das estrias brancas

estrias-brancas

A micropigmentação pode ser a solução para as mulheres que sofrem com as estrias no abdômen, coxas, seios e glúteos. As linhas que são características das estrias marcam a pele, como se fosse uma cicatriz comprometendo o visual e detonando a autoestima. Elas surgem após qualquer distensão na pele, seja na fase de crescimento, gravidez ou no ganho de peso muito rápido. Além disso, são uma consequência da ruptura das fibras de colágeno, localizada na derme.

As mulheres são as maiores vítimas das estrias, no entanto, elas aparecem também em homens que fazem musculação excessiva ou abusam de anabolizantes.  Fatores genéticos, má alimentação, obesidade e alteração hormonal também contribuem para o seu aparecimento.

As estrias recentes são avermelhadas, mais tarde, elas evoluem para uma tonalidade esbranquiçada, e quando chega nesse ponto, ela tende a chamar mais atenção e marcar a pele.

Uma nova técnica que está caindo no gosto das mulheres é a micropigmentação. O tratamento pode ser usado para cobrir as estrias na pele. A micropigmentadora Vanessa Silveira revela que a técnica é a única capaz de reduzir efetivamente as estrias brancas. “O primeiro passo é estimular o processo de circulação e a produção de fibras nas estrias, depois de 30 dias, a paciente retorna a clínica para que seja feita a micropigmentação da região”, diz Vanessa.

As estrias que são profundas são apenas camufladas, já as mais claras são completamente escondidas pela técnica. “A região é anestesiada e após 30 minutos inicia o processo de camuflagem. Com uma microagulha é aplicado o pigmento exatamente no tom da pele da paciente, para que a região com estria se iguale ao restante da pele”, explica a especialista.

Depois do procedimento, após sete dias já é possível notar a estria camuflada. Além disso, o tratamento é totalmente indolor. A técnica pode ser realizada em qualquer região do corpo e os resultados se mantêm mesmo quando a mulher se bronzeia.

Quem tem estria recente (avermelhada) deve esperar que o quadro evolua para a segunda fase, que são as estrias brancas, para que seja feita a micropigmentação. “Os resultados podem durar até cinco anos. Além disso, é importante tomar alguns cuidados como não expor a área trabalhada ao sol durante 30 dias, não comer frutos do mar, higienizar a região com soro fisiológico e usar creme cicatrizante Bepantol”, recomenda a micropigmentadora.

Conheça alguns dos benefícios da micropigmentação:

– Disfarça totalmente a estria;

– O tratamento é indolor e não tem efeitos colaterais;

– A micropigmentação retoma a cor da sua pele;

– Além de estrias, também camufla cicatrizes e outras manchas e imperfeições da pele;

– A pele ganha um aspecto natural, sem nada artificial.

Anúncios

Sobre Guilherme Derrico

Jornalista, músico e viciado em esportes. Sejam todos bem-vindos ao mundo de Derrico. Um abraço!
Esse post foi publicado em Reportagens. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s