‘Ludwig e suas irmãs’ traz montagem com encenação da palavra

512614000_640

Apesar de ser um texto escrito há algumas décadas, ‘Ludwig e suas irmãs’, que estreia no dia 3 de abril, sexta-feira, às 21h, no Centro Cultural São Paulo, continua uma peça atual. Eric Lenate dirige Jorge Emil, Lavínia Pannunzio e Cléo De Páris no espetáculo com teor político e reflexões sobre a incapacidade do ser humano diante de algumas questões que a vida apresenta, além de questionamentos sobre a produção artística atual.

Lenate, um dos discípulos do diretor Antunes Filho, explica que esse texto o provoca desde o CPT, mas somente no ano passado é que o projeto se concretizou. “Para mim, esse texto sempre mostrou muito a impotência do ser humano diante de algumas situações e até mesmo uma inércia. As pessoas se revoltam com as coisas e uma série de fatores não os deixa caminhar e seguir em frente para que padrões sejam alterados. No ano passado, quando observei que as manifestações de 2013 acabaram não mudando em nada o nosso cenário político, lembrei dessa peça e achei que o momento era mais do que propício para que ela ganhasse os palcos”, conta.

Na peça, Ludwig é um filósofo famoso, mas que tem seríssimos problemas de convívio e um acentuado desequilíbrio emocional. Por causa disso, passa voluntariamente temporadas e mais temporadas no sanatório Steinhoff, do qual é praticamente um hóspede especial. Suas irmãs, Ritter e Dene, atrizes medíocres, tornaram-se as detentoras da fortuna da família depois dela ter se desintegrado e de Ludwig ter abdicado de sua parte.

Depois de inúmeras tentativas, a irmã mais velha, Dene, contra a vontade da mais nova, Ritter, consegue tirar o filósofo do sanatório e trazê-lo para o conforto do antigo lar da família. A ação se inicia em meio a um almoço e se desenrola por uma tarde em que, em vez de se mostrar grato e amistoso, Ludwig se revolta contra o convencionalismo do cotidiano das irmãs e contra a mesquinhez a qual ficaram as duas reduzidas, e arma um grande e apoteótico escarcéu.

SERVIÇO:

CENTRO CULTURAL SÃO PAULO – Sala Jardel Filho.

Rua Vergueiro Nº 1000 – Estação de metrô Vergueiro.

Tel: (11) 3397-4002.

Estreia dia 3 de abril, sexta-feira, às 21h.

Temporada: sextas e sábados, às 21h, e domingos, às 20h.

Ingressos: R$ 20,00.

Anúncios

Sobre Guilherme Derrico

Jornalista, músico e viciado em esportes. Sejam todos bem-vindos ao mundo de Derrico. Um abraço!
Esse post foi publicado em Entretenimento e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s