Vida de Jornalista: o tal do Q.I.

QI-quem-indica

Olá amigos! Quem nunca ouviu no ambiente corporativo a expressão ‘Q.I.’, ou seja, o famoso QUEM INDICA. No jornalismo, muito mais que em outras profissões, essa palavrinha faz toda a diferença ( e às vezes faz estragos também).

Conheço depoimentos de vários colegas da área que são assustadores, inclusive já passei por algumas experiências dessas. Algo como: trocou a chefia de reportagem da redação. De repente, num passe de mágica, cerca de 10, isso mesmo, eu disse 10 colegas foram demitidos. Passado o tempo você fica sabendo que ‘amiguinhos’ do novo comandante foram contratados.

Legal, não é? E aquele profissional que estava se dedicando, que tinha suas contas para pagar, o que ele faz a partir de agora? Se vira! Dê seu jeito. Mais revoltante ainda é saber de histórias de jornalistas que estão há meses, até anos sem um emprego fixo.

É nessas horas que você se arrepende de ter entrado nesse ramo e passa a caçar alternativas para sobreviver. Mas, o que faremos da vida de agora em diante, se só sabemos lidar com as rotinas da comunicação?

Situação chata, delicada, porém, infelizmente, real.

Anúncios

Sobre Guilherme Derrico

Jornalista, músico e viciado em esportes. Sejam todos bem-vindos ao mundo de Derrico. Um abraço!
Esse post foi publicado em Vida de Jornalista e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s