Musculação x Treinamento Funcional: descubra a diferença

People exercising

Quem busca atividade física para ficar em forma e manter a saúde pode ficar na dúvida se opta pelas aulas de musculação ou treino funcional. Apesar de ambas as atividades trabalharem o corpo, cada uma delas tem um objetivo diferente.

De acordo com André Cano Fernandez, especialista em treinamento funcional, a escolha vai depender do propósito do aluno. “Quem pretende melhorar a força e resistência pode optar pela musculação. Os exercícios trabalham vários grupos musculares de forma isolada com mais facilidade, promovendo diversos benefícios para a saúde. A musculação é muito eficiente para a hipertrofia”, afirma.

Já o treinamento funcional se baseia nos movimentos naturais do ser humano, como pular, correr, puxar, agachar, girar e empurrar. O praticante ganha força, equilíbrio, flexibilidade, condicionamento, resistência e agilidade. Ele tira a pessoa dos movimentos mecânicos e eixos definidos ou isolados, como acontece na musculação. Por isso, virou uma alternativa para quem estava cansado dos exercícios mais tradicionais na academia. “Além disso, no treino funcional são utilizados acessórios diferentes da musculação. Na musculação usamos os aparelhos para exercitar o abdômen, pernas, braços e glúteos. No treino funcional os acessórios são cordas, bolas, elásticos, cones, hastes e discos”, explica Fernandez.

Qual escolher?

Se você ainda está na dúvida, veja algumas diferenças entre as técnicas:

Musculação: Os programas são estruturados a partir da repetição de movimentos, que trabalham determinadas musculaturas isoladamente. Os benefícios e resultados se diferenciam, embora tratemos de métodos de condicionamento físico. A atividade é recomendada para hipertrofia muscular e ganho de força.  A vantagem é que a musculação pode trabalhar os grupos musculares de forma isolada e a desvantagem é que pode gerar lesões.

Treino Funcional: No caso do treinamento funcional, há um maior benefício nos aspectos relacionados à resistência, ganho de força, melhora do condicionamento cardiovascular, além de auxiliar os praticantes na melhora da disposição física e mental, agilidade, o que se transferirá para as diversas necessidades da vida diária. A principal vantagem é que o treino trabalha o corpo inteiro.

Sobre Guilherme Derrico

Jornalista, músico e viciado em esportes. Sejam todos bem-vindos ao mundo de Derrico. Um abraço!
Esse post foi publicado em Musculação, Saúde e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s