Treino Funcional: Saiba quantas repetições, séries e exercícios fazer para alcançar seus objetivos

treinamento-funcional

A nova febre nas academias para manter o corpo definido é o treino funcional. A prática desta modalidade física está ganhando cada vez mais seguidores, principalmente por ser interativa, completa e divertida, fugindo da monotonia da musculação.

O treino funcional permite que o aluno acione seus músculos e articulações de maneira geral, desenvolvendo a coordenação motora, flexibilidade, agilidade, equilíbrio, força e aptidão cardiorrespiratória, além de proporcionar uma definição muscular.

“Os treinos nessa modalidade são diferentes em todas as aulas, porém, sempre com o foco em exercitar o corpo inteiro de maneira eficaz, utilizando movimentos semelhantes aos realizados na rotina diária”, explica Fábio Gomes, educador físico e especialista em treino funcional.

Os exercícios são indicados para todos os tipos de idade. É uma forma de exercitar todos os músculos ao mesmo tempo, seja por meio da corrida, pulando, girando ou se agachando. Nessa prática são realizados movimentos naturais em um determinado ritmo e com uma boa intensidade.

Com o treinamento funcional é possível melhorar a força muscular, aumentar a massa magra e diminuir o percentual de gordura, auxiliando na definição do corpo. O mesmo exercício é capaz de movimentar muitos músculos, fazendo com que aumente a frequência cardíaca, otimizando a queima de calorias e ajudando desta maneira na perda de peso.

Fábio esclarece abaixo como realmente ganhar definição muscular, quantas séries e qual intensidade é indicada para cada objetivo.

Número de repetições: Ao realizar uma série com 15 repetições ocorre uma faixa de resistência, ou seja, um aumento da irrigação sanguínea na região trabalhada, proporcionando uma maior circulação de nutrientes, favorecendo o aumento dos estoques de glicogênio e recuperação muscular.

Nas repetições de 10 a 12 exercícios ocorrem um aumento de metabolitos na região, favorecendo a compensação de água e carboidrato na musculatura. É a faixa de repetições responsável pelo alcance de benefícios mais rápidos.

Repetições de 8 a 10: Ao entrar em uma faixa que é considerada meio termo conseguimos benefícios de força, o que é excelente, pois quanto mais peso levantarmos, maior será o estímulo hipertrófico.

No caso de 4 a 6 repetições o ganho de força também é grande, afinal, os maiores benefícios de hipertrofia vêm diretamente do aumento das células musculares e menos da capacidade de armazenar líquido e energia.

Por fim nas séries de 1 a 3 exercícios apesar de os ganhos serem em grande parte de força, esse treino também resulta em um aumento do tônus muscular, estimulando as fibras rápidas e superficiais. Importante salientar que só alunos avançados devem realizar essa faixa de repetição.

Séries: Contém os exercícios que trabalha a musculatura profunda. Ao programar determinada série é preciso levar em consideração o número de repetições, ou seja, para que uma série proporcione algum efeito, quanto menor o número de repetições, maior deve ser a intensidade do exercício.

Exercícios: O número de exercícios deve variar de acordo com as repetições de cada movimento e as séries. Ao utilizar maior carga em determinado treino, as repetições e as séries devem ser menores e consequentemente o número de exercícios também. Conforme as séries apresentam maior número, é preciso que a variedade de exercícios também seja feita para que os resultados sejam alcançados.

Sobre Guilherme Derrico

Jornalista, músico e viciado em esportes. Sejam todos bem-vindos ao mundo de Derrico. Um abraço!
Esse post foi publicado em Musculação, Saúde e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s