Mais respeito, por favor: Motociclistas reclamam da truculência da PM nas abordagens

A Polícia Militar (PM), até onde sabemos, tem o dever de proteger a sociedade e os cidadãos de bem, correto? Isso deveria ser uma regra entre todas as classes sociais, porém, nem sempre é o que acontece. Não é de hoje que os motociclistas reclamam de abuso dos PMs durante a abordagem policial. “Assim que nos avistam eles apontam suas armas para nós (motociclistas) e mandam parar. São sempre grosseiros e nos tratam como bandidos. Já estou cansado disso!”, diz o entrevistado, que não quis se identificar com medo de represálias.

É comum perceber a ação enérgica da polícia em relação aos condutores de veículos de duas rodas. “Qual o crime que eu cometi? Andar de moto agora é proibido? Toda semana eu sou parado pelos PMs e passo por essa humilhação. As perguntas são sempre as mesmas: o documento está em dia? Vem de onde? Vai pra onde? Usa drogas? Tem passagem?”, desabafa outro motociclista.

O que também incomoda os usuários de motos é a falta de critério. Segundo os pilotos, os policiais abordam condutores que não oferecem perigo à sociedade, ou seja, que estão bem vestidos e com as motocicletas em bom estado. “A polícia deveria ter um treinamento para perceber onde está o verdadeiro bandido. Eles tem que abordar pilotos que usam motos pretas, com batidas à vista, motoqueiros com baú, entregadores de pizza e condutores que estão com carona masculino. Qualquer um sabe que esses são os malfeitores”, afirma o condutor.

Nos diversos programas de TV que mostram o dia a dia da PM, vemos os mesmos sendo educados em suas abordagens, fato contestado pelos motociclistas. “Essa não é a realidade. Eles agem assim somente por estarem sendo filmados. Na vida real usam e abusam do suposto poder que eles acham que tem. Somos trabalhadores, pessoas comuns e exigimos respeito”, conta o piloto.

Traduzindo: o dever da Polícia Militar é proteger as pessoas e não utilizar de abuso de autoridade ou se tornar o vilão da história. Os motociclistas fazem parte do dia a dia da cidade e do País, portanto, devem ser respeitados.

Anúncios

Sobre Guilherme Derrico

Jornalista, músico e viciado em esportes. Sejam todos bem-vindos ao mundo de Derrico. Um abraço!
Esse post foi publicado em Reportagens e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s